Bancas Examinadoras: EsAF

logoesafidg

A banca Escola de Administração Fazendária (EsAF) é o órgão integrante da estrutura do Ministério da Fazenda responsável pelo recrutamento, em todo o território nacional, de servidores para o desempenho de funções na gestão das finanças públicas. 

Confiabilidade

Em comparação com outras bancas, a EsAF vem se colocando ao longo de sua história como uma das mais sérias e responsáveis organizadoras de concurso público do país. Os certames organizados por ela não vêm apresentando grandes problemas de organização ou fraude, o que traz maior confiabilidade e segurança para os candidatos.

Concursos realizados

Alguns concursos tradicionalmente organizados por ela se destacam por ter envergadura maior, trazendo notoriedade à banca, como: Ministério da Fazenda, Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil e Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil.

Dificuldade

Em comparação com as de outras bancas, suas provas possuem um grau de dificuldade elevado em função da complexidade e profundidade com que são cobradas algumas matérias, como: português e exatas. Com questões de múltipla escolha (a, b, c, d, e), seus textos são normalmente extensos e complexos, tornando a resolução das questões mais trabalhosa, demorada e cansativa.

Além disso, você precisa ser muito bom em todas as matérias.

Confira:

  1. Média por matéria ou grupo de matérias: de nada adianta ser o melhor em algumas matérias, acertando tudo, e não fazer os mínimos nas outras. São inúmeros os relatos de candidatos que ficam com ótima pontuação, o que lhes garantiria as primeiras colocações, mas que acabam desclassificados por uma única questão em uma matéria específica.
  2. Administração do tempo: em função da complexidade com que as matérias são cobradas, dificilmente o candidato tem tempo suficiente para analisar e resolver com calma todas as questões, o que aumenta em muito a possibilidade de errar. Como é necessária a média por matéria ou grupo de matérias, é mais importante se preocupar com a aprovação antes da classificação.

Preparação

  • Defina o cargo para o qual prestará o concurso. Isso porque, dependendo do cargo almejado, a preparação exigirá muita dedicação, tempo e paciência.
  • Faça um plano de estudos que contemple toda a matéria, dedicando tempo maior às maiores dificuldades.
  • Faça rodízio entre matérias, revezando duas, três ou quatro por dia, de forma que não haja períodos longos sem contato algum com alguma delas.
  • Não se compare a outras pessoas. Realidades diferentes normalmente determinam resultados diferentes. Compare-se a si mesmo e busque conhecimento nos outros apenas para aprender o que está dando certo e verificar se essa estratégia funcionará com você também.

Prova

  • Resolva primeiro as questões mais fáceis de cada matéria, garantindo primeiramente a pontuação mínima em cada uma.
  • Após, volte-se para as questões de média complexidade, e, por fim, com o tempo que sobrar, volte-se para as de grande complexidade que, se resolvidas, melhorarão sua classificação.
  • Por fim, um dos pontos mais importantes na preparação é entender que se deve estudar até passar e não para passar.

Fonte:

  1. Alfa Concursos
  2. Ok Concursos

Andre H O Santos

Pentester, Especialista em Segurança de Redes e Testes de Invasão, Programador, Consultor e Professor de T.I.. Geek Inveterado, Apaixonado por Segurança da Informação e Louco por GNU/Linux. Dedica grande parte do seu tempo para criar soluções que ajudem dezenas de milhares de pessoas com dicas e artigos em Tecnologia e Segurança da Informação. Possui algumas Certificações em Ethical Hacking, Cabling System, Linux e Administração de Redes.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 9 =